Pra Conhecer: Buenos Aires – Dicas

No final de abril passamos 4 noites e 3 dias em Buenos Aires. Achei que foi pouco tempo, pois tem muita coisa pra se fazer por lá! Muita gente me disse que era tempo suficiente, mas sinceramente, não é não! Buenos Aires é linda e cheia de encantos! E por isso voltarei para fazer todos os outros programas que não consegui neste curto período. Neste post vou apenas dar algumas dicas que acho importantes para quem quer conhecer Buenos Aires de boa!

vivilandia

Troca de Moeda: A gente já está careca de saber que a Argentina passa por uma forte crise econômica nos últimos tempos. E alguns cuidados precisam ser tomados na hora de trocar moedas por lá! Vi muitas pessoas negociando com cambistas de rua. Na Calle Florida, a cada 5 passos tem um zézinho gritando “cambio, cambio”, mas aconselho a não trocar com eles. No número da Calle Florida nº142, tem uma casa de Cambio super de confiança, que fica aberta até as 19h00 e foi lá que trocamos nosso real por pesos (É uma galeria, assim que descer as escadinhas, vire a direta e bingo). Foi simples, rápido e seguro. O cambio foi de 4,2 pra 1.

casadecambio

Ônibus de Turismo: A primeira coisa que acho interessante de se fazer quando vou a um destino novo é pegar aqueles ônibus turísticos. Assim eu vejo todos os pontos turísticos mais badaladinhos que o lugar oferece e depois decido qual quero conhecer mais a fundo, além de servir também de condução, já que podemos descer no ponto que quisermos e depois voltar, kkk (super prático). Por isso compramos o ticket de 24 horas, neste endereço – Av. Roque Sáenz Peña 846 p9. Fica perto da Calle Florida. Aí você ganha (na verdade pagamos 50 pesos por ele) este cartão chamado t-CARD (tourist card) que te dá descontos em vários lugares, (bares, restaurantes, etc)!

vivilandiabuenosaires2

Mas uma dica importante: tentaram nos passar a perna duas vezes! Na hora da compra, há dois preços, um para quem é Argentino e outro para os estrangeiros. Compramos o bilhete para estrangeiros, obvio! Mas a senhora que nos atendeu marcou no bilhete o valor menor, como se fossemos Argentinos (até aí beleza) ela ia ficar com a diferença, safadinha! Mas isso só nos demos conta depois que saímos de lá para esperar o ônibus. Depois, ela tentou nos enganar nos dando o troco menor –  aí o maridão disse que estava errado e ela retrucou dizendo que não…e a briga começou! Ela disse que se quiséssemos poderíamos voltar as 17h, horário que a loja fecha, e que se houvesse dinheiro a mais no caixa, ela devolveria. E o marido disse que não, que levaríamos nosso troco correto e que se ela quisesse, nós voltaríamos à loja as 17h e se houvesse dinheiro faltando, nós devolveríamos. Batemos o pé e ela devolveu o nosso dinheiro, muito a contra gosto!

vivilandiabuenosaires1

Táxi: Não tivemos nenhum problema com taxistas por lá. Li bastante dicas em outros blogs sobre taxistas que te dão notas falsas e tal, mas não tivemos este tipo de problema e nem de cobrança indevida, já que a tabela de valores ficam sempre a mostra mas, claro que é sempre bom ficar experto com o troco. Na realidade, eles ficam bem apreensivos quando vamos pagar em dólar ou real, pois assim como nós, não sabem se a nota é falsa ou não…no caso de moeda estrangeira. Mas foi tudo muito tranquilo nesta parte. E pegamos taxistas muito amáveis e que nos deram várias dicas bacanas e seguras.

taxi

* E procurem dar o dinheiro contadinho, ou que você receba muito pouco de troco, assim a chance de você receber uma nota falsa é bem menor!

Acho que é isso. Espero que estas dicas ajudem e se tiverem mais dicas e quiserem compartilhar, serão muito bem vindas.

Bjs e boa viagem!

dotav.ru скачать Ai ботов всё для доты