Trasitions da Dicas para Escolher o Modelo Certo dos Óculos de Grau

A Transitions preparou algumas dicas para combinar seu estilo com a armação e as lentes!

Os óculos, cada vez mais, conquistam um status de acessório relevante para garantir um toque de estilo ao look. Justamente por isso, a procura por uma armação nova pode ser divertida, mas traz algumas incertezas sobre como realizar a escolha certa. Para resolver essa questão, a Transitions Optical – líder mundial na produção de lentes fotossensíveis –, em conjunto com Marcele Góes, Consultora de Imagem, criou um guia com cinco dicas para analisar na hora de escolher novos óculos:

Lentes Transitions

1. Consulte um oftalmologista

O médico especializado é o profissional apto a realizar um diagnóstico preciso da saúde visual do paciente para indicar qual o grau correto das lentes e se elas precisam ter alguma recomendação específica. É importante ter em mãos a receita oftálmica atualizada e escolher uma ótica de confiança na hora de adquirir os óculos.

2. Dedique atenção primeiramente às lentes

Ainda que o entusiasmo em experimentar os mais variados modelos de armação seja grande, é fundamental concentrar-se, primeiramente, na busca das lentes que mais se adaptam ao estilo de vida do usuário de óculos. “Atualmente, muitas pessoas utilizam óculos como acessório. Realmente é uma peça que pode fazer toda a diferença. Entretanto, vale lembrar que os óculos não são apenas a armação e as lentes, eles têm um papel fundamental para o conforto visual e para a saúde dos olhos”, afirma Vanessa Jonhs, Diretora de Marketing da Transitions Optical.

Além de tratamentos frequentemente utilizados, como antirreflexo e o antirrisco, deve-se analisar a alternativa de lentes com tecnologia voltada a controlar a quantidade de luminosidade. “As lentes fotossensíveis são transparentes em ambientes internos ou à noite e, em ambientes externos ou ensolarados, escurecem, proporcionando aos olhos a quantidade exata de luz para cada situação. Elas ainda bloqueiam 100% dos raios UVA e UVB com a vantagem de reduzir a fadiga ocular”, completa Vanessa.

3. Acerte no formato e tamanho

O principal questionamento no momento de eleger a armação é: será que esse modelo combina comigo? A Consultora de Imagem Marcele Góes acon selha que as pessoas levem em consideração não apenas o formato do rosto, mas também a característica mais marcante da feição. “O segredo é usar como referência o oposto, por exemplo, se o rosto possui linhas mais marcadas, o indicado é escolher uma armação de formato mais suave”, ensina a consultora.

Já em relação ao tamanho, um bom truque, de acordo com Marcele, é sorrir e se a armação sair do lugar significa que está grande demais. Nesse caso, vale investir em uma opção menor para um efeito mais harmonioso.

4. Identifique a cor e a textura certa

A cor ideal é aquela que valoriza o colorido natural de cada pessoa. “Quem tem um contraste de cores grande entre os cabelos e a pele deve optar por tons mais escuros, ou seja, as tonalidades claras caem melhor para as loiras com cabelo e pele sem diferença expressiva de tom”, informa Marcele. Para as texturas, a dica é harmonizar. Se a pele e os cabelos são mais iluminados, vale escolher uma armação menos opaca, com mais brilho.

5. Combine cor da armação com as lentes

As lentes fotossensíveis têm opções de cores – cinza, verde e marrom – que podem ajudar não somente a ter uma visão otimizada com proteção contra os raios UV, mas ainda compor com o estilo dos óculos. Para isso, deve-se pensar na harmonização com a armação.

Caso a armação tenha tons quentes, como vermelho, laranja, terra e chocolate, o interessante é utilizar lentes marrons. Já nos modelos de cores frias, como azul, pink e violeta, vale apostar  nas lentes cinza. As lentes verdes, por sua vez, tendem a cair bem com quase todos os grupos de cores e imprimem um visual mais jovem aos óculos.

Bjos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *